Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 6 de agosto de 2013

MADRIGAL


Tu és a matéria plástica de meus versos, querida...
Porque, afinal,
Eu nunca fiz meus versos propriamente a ti:
Eu sempre fiz versos de ti!

- Mario Quintana,
in: Velório sem defunto

Nenhum comentário:

Postar um comentário